7 Entre Os 10 Fatores Principais Que Influenciam No Ranking SEO São Sociais

Por Redacción

Se existe algo que é uma constante no mundo do SEO é a mudança. Mas, nos últimos anos, desde o surgimento do Google Panda, as constantes mudanças são parte de uma mesma linha ou direção. Os sites de tentam, cada vez mais, melhorar a qualidade de seus resultados através de padrões fornecidos pelos próprios usuários. Não apenas no que se refere ao seu uso ou experiência, mas também às informações sociais dos usuários.

Foi essa a conclusão alcançada pelos analistas do Searchmetrics, assim que analisaram mais de trezentos mil URLs que estavam entre os resultados do Google, para dez mil das palavras-chave mais demandadas, entre diversos temas e categorias.

Desde o surgimento do Google Panda, fala-se que “o conteúdo é o mais importante” e se recomenda a criação de “um conteúdo de qualidade para os usuários”. Ainda que isso tenha algum quê de verdade e de sentido, muitos se perguntam: “como medir o Google em seu conteúdo de qualidade e aquilo que não é de qualidade?” E, é aqui que estão em jogo os fatores de usabilidade e os fatores sociais. Já que são os mesmos usuários que “dizem” ao Google se o conteúdo é de qualidade ou não ou se o resultado proveniente do site de busca lhes é útil ou não.

Como medir o conteúdo relevante ou de qualidade?

Do extenso estudo realizado pelo Searchmetrics, de mais de 100 páginas, é possível extrair muitas conclusões sobre o estado do SEO e posicionamento atualmente. Mas, o mais surpreendente é que 7 dos 10 fatores mais importantes do posicionamento no Google são sociais. E dos 3 fatores restantes, um tem a ver com a usabilidade dos usuários. Deixando apenas dois pressupostos entre os dez mais importantes fatores de sites per se.

 

Aqui vemos a importância dos fatores sociais como determinantes da qualidade ou utilidade de um resultado dado pelo Google, e o uso de medidas bem-sucedidas como fatores de posicionamento. Quer dizer, se os usuários acessam sua página, comentam-na e a compartilham nas redes sociais, então, para o Google, essa é uma página que lhes é útil e, consequentemente, ele irá posicioná-la em uma colocação melhor nas próximas buscas com mesmo tema ou palavra-chave.

E o que é importante aqui é indicar esse fator de usabilidade recentemente mencionado aqui: a taxa de cliques (CTR o Click-Through Rate). Basicamente, essa taxa mede quantos usuários acessam a um certo resultado na página de resultados do Google. Assim, quanto mais pessoas clicam em um resultado em particular, mais o Google entende que ele é o mais relevante para a busca feita e, por conseguinte, o posiciona em um lugar melhor. Dessa mesma maneira, o Google também mede a chamada taxa de rebote, (Bounce Rate) que se refere a quando o usuário clica em um resultado da busca, mas retorna rapidamente a mesma sem interagir ou permanecer na página por um período suficiente. Isso é um dado negativo, motivo pelo qual devemos sempre mantê-lo em níveis mais baixos.

Ainda não usa Google+?

Entre os fatores sociais mais importantes para o posicionamento, com certeza, a rede social do Google (o Google+) está em primeiro lugar. Poder demonstrar a quantidade de vezes que um conteúdo foi compartilhado pelo Google+ é um fator muito importante de posicionamento no buscador, entendendo a relevância de sua aparição também como seu potencial de usabilidade.

O Google no tem sorte em suas tentativas de integrar parte do ecossistema das redes sociais. Primeiro com o Google Wave e depois com o Google+, suas tentativas não agregaram novidade ao público que, por sua vez, decidiu ficar com o que já tinha, em vez de escolher uma nova opção do Google. Porém, o investimento nos dois sistemas não foi pequeno e o Google quer estar à baila, por isso, dando ênfase em sua própria rede social como parâmetro de posicionamento nas páginas de resultado das buscas.

De todos os fatores analisados, esse é o único que não considera os usuários em si, uma vez que o interesse é no próprio Google.

A importância das redes sociais no SEO

Sem dúvidas, a associação entre os indicadores sociais e um bom posicionamento é incrivelmente alta. Isso foi certeiro em 2013 e o mesmo acontece agora. As recomendações e os indicativos sociais são parecidos, pois, acarretam um bom posicionamento no Google.

Ainda que o Google+ tenha mais peso em seu posicionamento, quando comparado a qualquer outro indicativo social em particular, a somatória dos fatores do Facebook (Facebook Total = curtidas, compartilhamentos e comentários) continuam dando vantagem. Observem como os resultados que ocupam as primeiras posições nas páginas de busca do Google, são também as que possuem a maior quantidade de indicativos desde o Facebook.

Isso não significa necessariamente que quanto maior a quantidade de curtidas, teremos um melhor posicionamento. A correlação desses fatores não implica uma relação causal entre eles. Porém, as páginas mais bem posicionadas no Google possuem, em geral, um grande número de indicativos sociais. Em outras palavras, as páginas bem posicionadas possuem muitas curtidas, compartilhamentos, tweets, +1s y pins.

Esses resultados são mais que uma coincidência e sabemos que o Google os emprega como padrão para determinar se um conteúdo é bom ou não. Se um conteúdo é compartilhado muitas vezes nas redes sociais, isso chama a atenção para o Google sobre o que pode ser um bom conteúdo, mas isso não garante que a página esteja bem posicionada, já que isso é apenas um dos vários fatores em jogo.

Algo similar acontece com o Twitter e o Pinterest, ainda que não possuam tanto impacto, seu crescimento considerando o ano passado também é notável.

Resumindo

Os indicativos sociais são fatores que têm uma forte correlação com as boas posições nas páginas de resultado do Google. Correlações bem-sucedidas são vistas mais recorrentemente nesse ano, mas, ao passo que os números totais de indicativos continuam aumentando, haverá cada vez menos diferenças entre as posições obtidas nas páginas de resultado.

A pergunta sobre as redes sociais afetam diretamente o posicionamento que ainda persiste. O Google enfatizou em mais de uma ocasião que não os indicativos sociais não são empregados como fator de posicionamento. Para alguns, um grande número de indicativos sociais relacionados com um site da web em particular é sinal de que há um novo conteúdo agregado para indexação.

Mas os resultados da análise do Searchmetrics indicam que as páginas mais bem posicionadas têm sempre a maior quantidade de indicativos sociais do que aquelas páginas em posições inferiores SERPs.

Na pior das hipóteses, os indicativos sociais definitivamente jogam um rol importante no tráfego referido, descoberta de marca e a performance geral de um domínio. Seria plausível que os buscadores os empregassem, já que é muito comum encontrar bom conteúdo e de qualidade nas redes sociais, e isso é o que eles querem brindar aos seus usuários: conteúdo relevante e de utilidade

7 Entre Os 10 Fatores Principais Que Influenciam No Ranking SEO São Sociais
Por favor vota este artículo
>