Conteúdo de SEO para e-commerce

Por Redacción

Um estudo sobre e-commerce da B2C 2012 (edição de 2013), apresentado pelo Observatório Nacional de Telecomunicações, prevê um volume de negócios de cerca de € 12.400.000 para o ano de 2014 em sites de comércio eletrônico na Espanha. Isso significaria um aumento de 13,4% a mais do que o ano passado. Esses números só servem para demonstrar a grande importância atribuída para a venda online.

conteudo SEO ecommerce

O anteriormente mencionado mostra que o fato de se ter um site de comércio eletrônico para a nossa marca é bastante necessário. No entanto, ter uma plataforma para a compra online não é suficiente, todavia temos de atrair os clientes para ela. É aqui que entra em jogo o SEO para comércio eletrônico, portanto, nesse artigo, vamos falar sobre o conteúdo que vai nos ajudar a nos mover no posicionamento orgânico de nossas marcas:

1º Descrição de Produtos

Muitas lojas online são limitadas no que se refere às descrições dos produtos apresentados pelos fabricantes que, em geral, são curtos e bastante pobres. No entanto, o fato de criar nossas próprias descrições, com mais detalhes, diferenciando-se das empresas concorrentes e visando o nosso público-alvo e algo que auxilia na atuação do Google, em favor de encontrar os produtos desejados com mais dinamismo, movendo-nos dentro dos resultados de busca.

2º Comentários Consumidor

As opiniões dos nossos consumidores com relação a nossos produtos aumenta a confiança em nossa marca, ajudando a melhorar a SEO para e-commerce. Isso ocorre porque as opiniões ou avaliações contribuem para agregar as estrelas de ouro que o Google atribui em suas pesquisas, sendo que quanto mais elas são associadas a nossa empresa tem, mais subimos na escada da classificação.

3º Use palavras-chave longas

O uso de palavras-chave que mais atraiam a atenção dos motores de busca é algo fundamental, uma vez que estamos personalizando usuários mais experientes e facilitando suas pesquisas. Ou seja, se temos uma empresa de calçados femininos e usamos palavras-chave como “venda on-line baratos sapatos de mulher”, ou “comprar on-line sapatos femininos de qualidade”, estaremos abordando um segmento de pesquisas específicas. E os motores de busca irão nos mostrar suas afinidades entre as primeiras posições nos resultados dessas pesquisas.

4° páginas divididas por Categorias

A opção por páginas divididas por categorias não apenas facilita a experiência dos consumidores em potencial, mas também aperfeiçoam o posicionamento orgânico de nossas plataformas de e-commerce. Desse modo, temos de criar um conteúdo de qualidade para cada uma das páginas categorizadas e, além disso, dedicar uma parte do texto para ser visualizada na parte de cima da página, de modo que o próprio usuário decida se aquilo é produtivo ou não para a sua leitura (para que ele não se distraia ou se canse do conteúdo) que, por sua vez, não deverá ser limitado ao preenchimento dos buscadores, mas ser algo eficiente de fato. Para tanto, uma boa estratégia é responder às principais perguntas dos usuários.

5º Blog Corporativo

Criar um blog com posts sobre nossos produtos é uma forma de ajudar a melhorar o SEO de comércio eletrônico. Em primeiro lugar, dessa forma, teremos uma plataforma dinâmica e, em segundo, o conteúdo de oferta de interesse para o nosso público-alvo estará exposto e é isso o que vai atrair sua atenção.

Concluindo, ao criar o nosso site de e-commerce, vamos nos concentrar em vários aspectos: a descrição completa dos produtos com seus ganhos e lucros, tentar responder às dúvidas dos clientes-alvo, fazer uso de palavras-chave, entre outras coisas. É sempre aconselhável a terceirização dessa produção de conteúdo de serviço, a fim de gerar novos comentários, descrições de produtos e artigos, de forma dinâmica e sistemática.

Conteúdo de SEO para e-commerce
Por favor vota este artículo
>